segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Hoje estou assim...

Pode até parecer melancólico, mas é exatamente como me sinto...
e aíh?
não temos que estar bem sempre, não é mesmo, pois é hj é a minha vez, então na tentativa de não enlouquecer fiz esse emaranhado de linhas...
sem direção ou propósito e então elas foram dando formas aos sentimentos.
sem qualidade técnica ilustrativa, apenas para exprimir a angústia que estou vivendo.
Talvez devêssemos chamar isso de a mais pura arte.


Uma parte de mim é todo mundo:
outra parte é ninguém: fundo sem fundo. 
Uma parte de mim pesa, pondera:
outra parte delira. 
Uma parte de mim é permanente:
outra parte se sabe de repente.
 Uma parte de mim é só vertigem:
outra parte, linguagem. 
Traduzir uma parte na outra parte - que é uma questão de vida ou morte - será arte? 
Ferreira Gullar (mais um poeta do coração)

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

COMPARTILHAR

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget